myMPeL’6

UAb        mpel        selo qualidade


banner blog

20151128_115350
myMPeL’6

Enquadramento

Realizou-se no dia 28 de novembro de 2015, sábado, a 6ª Conferência do Mestrado em Pedagogia do Elearning. Este evento decorreu, presencialmente, no Salão Nobre do Palácio de Ceia, sede da Universidade Aberta, sito na Rua da Escola Politécnica, nº 141-147 em Lisboa.

Presencialmente estiveram algumas dezenas de pessoas, desde professores, a atuais e antigos estudantes do Mestrado em Pedagogia do e-Learling (MPeL). À distância, estiveram mais de 100 participantes que acompanharam os trabalhos e participaram ativamente através de sala de chat.

Este tipo de conferências pretende, por um lado ser um espaço diferente de encontro presencial entre os participantes (professores e estudantes) e, por outro lado, ser um espaço de partilha de saberes tanto pelos conferencistas como pelos alunos finalistas do MPeL.

A conferência teve a sua abertura a cargo da Professora Doutora Lina Morgado, coordenadora do MPeL e para Professora Doutora Darlinda Moreira, diretora do Departamento de Educação e Ensino a Distância da Universidade Aberta.

inicio
Profª Drª Lina Morgado e Profª Drª Darlinda Moreira.

 

Programa

mympel6-programa-1-638
Programa myMPeL’6

Do programa, destaca-se o Pecha Kucha (em japonês: ペチャクチャ) totalmente realizado por estudantes que estão no 2º ano do MPeL. O Pecha Kucha é um tipo de apresentação de conteúdos realizado de forma simples, eficiente e apelativa, onde é mostrado em vinte imagens de vinte segundos cada, num total de pouco mais de seis minutos.

Trabalhos

Todas a intervenções foram de extrema importância e com conteúdos muito relevantes para o MPeL. Vários conferencistas apresentaram as suas teses de doutoramento, e alunos e/ou antigos alunos alguns trabalhos realizados no âmbito de unidades curriculares do MPeL.

  • Painel de convidados:

Os trabalhos iniciaram-se com “a implementação e gestão do eLearning em organizações” realizada pelo Eng. Arnaldo Santos, da PT Inovação, e pela Drª Lúcia Moreira, da Unitel. A Drª Lúcia interviu online, via Skype, pois encontrava-se em Angola. Tratou-se de uma apresentação bem estruturada e muito abrangente focando diversos assuntos relevantes para o sucesso de uma organização. Desde que a implementação e gestão de elearning numa organização assenta na informação, no conhecimento e em contextos; e enfatizou-se os fatores chave de mudança numa organização: pessoas, contatos e conteúdos. Um dos temas de maior interesse está relacionado com a aprendizagem e conhecimento nas organizações. A interligação entre as learning organizations e a “construção” do capital intelectual. Abordou-se um outro assunto também bem importante – os modelos de competências em gestão de recursos humanos: categoria de competências, escala de proficiência e perfil de competências. Além de outros temas, foram ainda abordadas a necessidade de diversificação da tipologia dos conteúdos e feita uma referência aos projetos inovadores em elearning. O Eng. Arnaldo enfatizou que as organizações devem ter o seu foco no negócio e não na tecnologia. A tecnologia deverá estar em consonância com a missão da organização, mas esta não pode “desperdiçar” recursos e focar-se no seu verdadeira missão – o negócio.

O doutorando Welinton Baxto apresentou a tua tese intitulada “cultura da convergência na educação superior a distância”. Comparou os modelos de educação a distância behaviorismo, com o construtivismo e o conetivismo. Apresentou o tema da cultura da convergência nas licenciaturas a distância na Universidade de Brasília.

Com o tema “adolescentes, mídias móveis e a prática da exposição de si” o Dr. José Carlos Ribeiro falou-nos, de uma forma bastante agradável, sobre as selfies e fez a correlação entre as mídias móveis e a adolescência. Esta prática das selfies está relacionada com diversos aspetos, por exemplo, entretenimento, visibilidade, compartilhamento. Terminou aludindo ao fato dos adolescentes efetuarem uma “exploração de si”.

Para terminar esta parte da conferência, a doutoranda Rosana Amaro falou-nos da sua tese sobre a “docência online: um estudo na Universidade de Brasília”.

  • Micro-Workshop:

Em simultâneo decorreram dois wokshops BYOD.

Assistiu-se ao “time to assess learning outcomes in e-learning” do projeto TALOE, baseado na taxonomia de Bloom adaptada. Este micro-workshop foi realizado pelo Dr. Alfredo Soeiro, da Universidade do Porto. Esta ferramenta – TALOE propõe métodos de avaliação com base nos diferentes tipos de competências, baseando-se nos resultados esperados pelo formador/professor. Esta ferramenta é disponibilizada para qualquer pessoa em https://taloe.up.pt/.

  • Pecha Kucha:

Este painel foi coordenado por Lauriza Nascimento, de Juiz de Fora, Brasil. Foram diversas apresentações dos mestrandos MPeL com temas de trabalhos das diversas unidades curriculares.

Ana Toscano sobre “Uma experiência no Second Life® – contributo para a partilha cultural entre estudantes”. A Ana Correia falou convictamente sobre a “Educação, Cibercultura e Sociedade em Rede: a jornada do herói” e o António Namorado explicou “Os conceitos de open e free nos REAs e as licenças Creative Commons”.

  • Experiências & Projetos:

Este painel contou com a participação de mestres MPeL.

Pelo Mestre Luís Miguel Rodrigues foi-nos apresentado o resultado da sua dissertação sobre a “presença digital na web: o caso dos catequistas da diocese de Braga – Portugal” onde pode concluir que os catequistas inquiridos são mais consumidores do que produtores de conteúdos.

A Mestre Maria Antonieta Rocha falou sobre a sua dissertação “redes e comunidades virtuais de prática nos contextos educacional, profissional, empresarial e sociedade civil”.

  • Evento paralelo:

Um momento extra conferência, paralelamente, consistiu na apresentação do livro «Facebook e Educação: Publicar, curtir e compartilhar». A autora Edméa Oliveira dos Santos esteve à conversa com a Profª Lina via Skype, diretamente do Brasil.

Livro em PDF disponível aqui.

Apreciação crítica

Foi um evento num ambiente muito acolhedor, tanto pela parte dos elementos da organização presentes: Drª Lina e da secretária MPeL Liberdade Almeida, como dos restantes colegas e professores. Tratou-se, não só de uma partilha de conhecimentos, como de um ambiente de convívio e conhecimento face-a-face.

O momento do almoço foi de socialização entre todos os participantes presenciais, não se pode esquecer que a maioria dos participantes estavam online. Dos atuais estudantes MPeL havia um painel de um grupo que online coordenavam o chat e perguntas que iam sendo feitas pelos participantes em geral na rede.

Antes do encerramento do myMPEL foi realizado um sorteio de diversos livros sobre temáticas relacionadas com o currículo do mestrado.

Apesar de todos as contribuições neste myMPeL serem de temas relevantes para o MPeL, enquanto estudante, tive mais interesse pela “implementação e gestão de elearning em organizações” pelo Eng. Arnaldo e pela Drª Lúcia pois tratou-se da forma como implementar e os impactos do elearning em contexto real numa organização.

A expetativa para futuras edições é alta!

Ligações

Blog/Página do evento: myMPeL’6

Facebook: evento


Anúncios